Você esta aqui :
HOME / “Os resultados após a retirada dos radares não são bons”, afirma Carletto após dados divulgados pela PRF sobre aumento de mortes nas rodovias

Destaque

Voltar
...
Dezembro,2019

“Os resultados após a retirada dos radares não são bons”, afirma Carletto após dados divulgados pela PRF sobre aumento de mortes nas rodovias

Após a retirada de equipamentos medidores de velocidade estáticos, móveis e portáteis nas rodovias federais, uma determinação do presidente da República, Jair Bolsonaro, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) divulgou, ontem (12), que no período que as estradas ficaram sem fiscalização por radares as mortes aumentaram. Cresceram 11% em comparação aos dois anos anteriores. O deputado federal Ronaldo Carletto (PP) já vinha demonstrando preocupação com essa ação do chefe do Executivo e recentemente solicitou informações sobre os resultados alcançados pela PRF após a suspensão de medidores de velocidade nas rodovias federais.

 

 

“Infelizmente, com a divulgação desses dados, constatamos que os resultados após a retirada dos radares não são bons. Na Bahia, de acordo com a PRF, entre 1º de agosto e 10 de dezembro de 2018 foram 1.215 acidentes, com 161 mortes. Em 2019, foram 1.196 acidentes, com 179 mortes. Tudo isso justamente no período que a fiscalização foi suspensa. Inclusive muitos motoristas apoiam a volta dos radares”, enfatizou o parlamentar.

 

 

A 1ª Vara da Seção Judiciária do Distrito Federal concedeu tutela provisória para o retorno dos radares nas rodovias federais e determinou que a PRF, em 72 horas, adote as medidas necessárias para restabelecer a fiscalização. O presidente da República divulgou nas redes sociais que irá recorrer dessa decisão. “Espero que a melhor atitude em prol da segurança e da vida dos brasileiros seja tomada. Não podemos permitir que o número de mortes nas nossas rodovias continue aumentando”, salientou Carletto.

 

 

Fonte: Ascom do deputado federal Ronaldo Carletto (PP)

Redes Sociais

Praça dos Três Poderes - Câmara dos Deputados Gabinete: 939 - Anexo IV CEP: 70160-900 - Brasília - DF
+55 71 3240 3240